A Moderna Inc. anunciou no fim de semana que já aplicou sua vacina do COVID-19 nos primeiros participantes no estudo de Fase 2 da empresa.
 
Em um comunicado, a empresa de biotecnologia explicou que o estudo avaliará a segurança, reatogenicidade e imunogenicidade de duas vacinas do mRNA-1273 com 28 dias de intervalo.

Espera-se que cerca de 600 pessoas participem do estudo (cerca de 300 entre 18 e 55 anos e o mesmo número de pessoas com mais de 55 anos), que serão acompanhadas por 12 meses.

Os participantes receberão um placebo ou uma dose de 50 ou 100 microgramas em cada vacinação.

A Moderna divulgou dados iniciais de seu estudo de Fase 1 em 18 de maio, que mostraram que a vacina produzia anticorpos protetores em um pequeno grupo de oito voluntários saudáveis.
O estudo não foi projetado para provar que a vacina funciona, explicou a Reuters em um artigo publicado naquele dia. Mas o relatório “ofereceu um lampejo de esperança” de que o mRNA-1273 da Moderna pudesse fornecer proteção contra o novo vírus.